Faz parte de crescer perder a crença no ser humano?

Ficar cretina e se acostumar com as promessas que as pessoas fazem e não cumprem?

Acho que ainda sou criança. Ainda acredito quando você me diz que irá a algum lugar comigo.

Acredito quando alguém me diz que vai ligar.

Acredito quando me diz que me dará algo.

Uma das pessoas mais interessantes que conheci em 2008 me ensinou uma coisa muito valiosa:

“Não importa o que você perca, você prometeu, você cumpre.”

Achava que só eu acreditava em promessas, mas não, ela também.

Por isso procedia desta maneira, porque não queria ser contaminada pela banalização das promessas que não têm a intenção de serem cumpridas. Ela praticava a empatia, pensava na espera de quem recebeu  a promessa vã.

Porém o mais interessante, é que justamente as pessoas que prometem, combinam e furam são as que sofrem por não serem tratadas com seriedade. Acredito que as coisas começam a partir da gente. Se você prometer e cumprir, poderá ter o retorno; do contrário, independente(mente, neh, Lu?) de com quem você foi leviano, isso também terá retorno. talvez não partido da mesma pessoa vítima de sua negligência, mas a vida tem sua maneiras de mostrar nossos erros, é uma lei implacável.

A partir de hj, prometo não prometer nada.

Não direi vou à sua casa, ou vou te ligar, ou vamos a tal lugar se não quiser fazê-lo de todo o meu coração.

Aprendi que ninguém tem obrigação com ninguém na vida… a não ser que prometa!

Anúncios