on_the_margins_b

Talvez seja um defeito mas não consigo amar quem não admire

Me desculpe se estiver sendo intolerante, pedante ou mesmo egoísta

Mas você podia tudo, menos desistir!

Você podia gritar, chorar, sapatear, berrar

Podia tomar um porre ou procurar um analista

Podia tomar remédios ou sol

Podia comer tipo condenada ou não comer

Podia comprar, podia andar sem rumo numa tarde chuvosa

Podia pirar dentro do seu quarto deitada no chão ouvindo Djavan

Podia se arrastar como uma sombra dentro de casa com passos silenciosos

Podia morrer de tristeza por 20 horas diárias

Mas não podia fugir das suas obrigações com as outras quatro

As únicas que realmente farão a diferença

 

Você podia virar mártir sim

Mas você podia ter lutado

Juro que poucas vezes algo me decepcionou tanto

Não sei daonde você veio

Não sei de que matéria é feita

Nem mesmo sei se vai chegar a algum lugar

Dor de amor? Passa, tenha certeza, não mata!

Agora, a dor de tempo perdido sem direção, em vão, esta é implacável.

 

Eu não quero te dar conselhos

Não acho que seja uma vitoriosa pra isso

Normalmente gosto de recebê-los de quem chegou onde quero estar

Portanto, não te deixo fórmulas

Deixo apenas minha decepção, minha dor…

Você podia tudo, menos desistir

Não, nenhuma grande vitória por enquanto, eu sei

Mas pelo menos coragem, força e fé não me faltam.

E quando faltam estes atributos a um ser humano, falta-lhe tudo

Pior que perder é desistir.

 

 

Somos feitos da mesma matéria da qual são feitos os sonhos.”(Shakespeare)

 

 

 

 

Anúncios