hoje-eu-caminhei-soHoje eu caminhei só pela praia, à noite, na chuva, para mensurar o tamanho da minha solidão. Hoje eu caminhei apenas para me distrair da saudade. Caminhei porque me sinto ferida e incomodada. Andei para entender a minha vida.

Hoje eu caminhei só pela praia para me encarar de forma crua e sem romantismos. Caminhei só para admitir que sou uma procrastinadora da minha própria vida e não há príncipe encantado que me salve da torre inerte na qual eu mesma me coloquei.

Hoje eu caminhei só pela praia e consegui eximir você e o mundo da culpa, consegui enxergar que sou uma bagunça e antes de receber visitas, devo arrumar a casa, as coisas, a vida. Hoje eu caminhei só e descobri que não tenho nada a oferecer nem a você nem a ninguém senão uma mulher linda, inteligente e confusa. Caminhei só para descobrir o lugar nenhum ao qual meus passos tem me levado e isso não é culpa sua ou de nenhuma circunstância, é minha e de mais ninguém.

Hoje eu caminhei só para aprender que fantasiar “felizes pra sempre” não vai me fazer mais satisfeita comigo mesma. Caminhei sem rumo como tem sido os últimos anos. Caminhei sem choro ou comiseração, caminhei resignada e nua de toda a minha tendência a auto-congratulações.

Hoje eu caminhei só para descobrir que gosto de mim como você gosta, de uma forma fútil e irreal, sem nada fazer de realmente significativo ou edificante por mim. E se me amo assim, não poderia pedir nada além disso de você.
Hoje eu caminhei só e descobri que antes de querer uma vida a dois, preciso de uma vida de verdade, só minha. Hoje eu caminhei para descobrir que algumas coisas devem apenas serem deixadas pra lá e outras, em contrapartida, merecem urgência.

Caminhei para saber que ninguém pode me salvar de mim mesma e o quanto não tenho sido uma boa amiga pra mim. Caminhei só para enxergar o quanto mereço minha própria vida e que só quando for feliz de verdade, duma forma real e clara comigo, poderei pensar em ser feliz com alguém.

Caminhei e tive que ser sincera o suficiente para saber que fui eu mesma quem se meteu nessa situação, tentando fugir das coisas que preciso fazer por mim. Hoje eu caminhei só para decidir escolher meu destino antes que seja escolhida por um que não me agrade. Hoje eu caminhei me olhando de fora e pensando que você também está fugindo de algo mas eu só posso salvar a mim mesma.

Hoje eu caminhei e abri mão de você, contudo, me agarrei muito forte a mim, com quem eu quero viver para sempre. Hoje eu caminhei e decidi escrever meu conto de fadas, um dia de cada vez e hoje ele começa sem glamour, limpando minha casa.

Anúncios