tatuagem de flor de lótusOdeio você

Odeio o seu cheiro que não sai das minhas coisas

Odeio suas lembranças pela casa

Odeio a textura da sua barba, que ainda sinto entre meus dedos

Odeio sua voz

Odeio seu sorriso e cada dente particularmente torto que me matava de tanta alegria

Odeio te enxergar na rua, na cama, no banheiro, nos bares

Odeio as horas vazias sem nossas conversas intermináveis

Odeio vestir aquela camisa e ficar vagando pela casa como um fantasma que já viveu aqui

Odeio acordar de manhã e rezar pra quando abrir os olhos, por um milagre, você estar no travesseiro ao lado

Odeio passar pelos nossos lugares

Odeio te amar tanto

Odeio todos os homens que me olham na rua, que me cantam na balada, odeio porque me sinto violada, sem dono, sem você

Odeio sentir tanto a sua falta

Odeio muito você

Mas odeio sobretudo não conseguir odiá-lo.

Anúncios