tatuagem feminina de coroaEu tenho medo de que isso nunca passe

Que você seja sempre minha ferida aberta

Meu nervo exposto

A bola na garganta e o frio na barriga

Eu tenho medo de ser velhinha e pensar que você foi o homem que eu amei, o único

Tenho medo de morrer sozinha

Medo de ter Alzheimer e me refugiar nos nossos momentos para sempre

Tenho medo de viver pensando em você

Olhando no mercado coisas que você gostaria de comer

Indo a lugares e pensando que falta você ali

Fazendo planos de como seria se tivesse sido

Eu tenho medo de passar o resto da minha vida nessa agonia quando o telefone toca pensando que pode ser você

Tenho medo de pensar no tamanho da sua covardia

Me amedronta a raiva que tudo isso dá

Medo de ter sido esse o tempo mais feliz da minha vida

E de nunca mais acreditar em ninguém

Eu sinto medo de me perder de mim

e me transformar apenas no que você fez comigo.

Anúncios