Crônicas do Quotidiano

O amor é o meu tema. Aqui você encontra Poesia, textos sobre a vida, textos de amor, frases bonitas, declarações de amor

Fiz uma prece por você — novembro 29, 2017

Fiz uma prece por você

tatuagem-de-casalA vida fez o que faz melhor: seguiu. Hoje vi teu ensaio de casamento, há meses eu não podia imaginar qual seria minha reação quando chegasse esse momento. Sim, eu sabia, no fundo, que ele chegaria.

Fiquei parada tentando entender meus sentimentos: não havia raiva, nem choque, nem a sensação de que você me devesse algo. Estava tudo no seu lugar e aquilo que eu sentia era felicidade porque não me abalava mais. Fechei os olhos, lembrei do teu sorriso e fiz uma prece por você, por vocês. Te desejei toda a felicidade real que você sempre quis, desejei que você tenha se encontrado antes de encontrá-la e que sejam parceiros de toda a vida que ainda há pela frente.

Uma noiva sempre é bonita, mesmo quando não é jovem, tem um ar de felicidade incontida que faz dela deslumbrante, achava isso impossível até vê-los; é uma noiva, uma bela noiva, tem aura de noiva, como, apesar de todo o rito, eu nunca tive com você. Parabéns pelas bodas, desejo, de todo o meu coração, que seja real, que você seja feliz como sou agora e consiga ser apenas você: sem apêndices, sem mentiras nem angústia. Eu lhes desejo a verdade e toda a  leveza que ela traz.

Fiz uma prece por vocês e um agradecimento por mim. Obrigada porque tudo deu errado, porque aconteceram coisas maravilhosas quando tive de me refazer. Obrigada por juntar toda a tua confusão à minha e fazê-las tão grandes unidas que explodiram em milhões de cacos de nós mesmos. Naquele momento, éramos iguais, perdidos e incompletos, não há culpados nem necessidade de perdão.

Obrigada porque tentamos [do jeito mais torto possível], demorou para eu entender -ou admitir- que não fui uma vítima, tua covardia era tão grande quanto a minha e ninguém tem culpa se mascarávamos nossa própria insatisfação. Explodir-nos foi a forma que a vida encontrou de nos desnudar das máscaras. Foi necessário. Eu também menti, e muito, pra você, pra mim, pra todos.

Hoje, lido com a verdade, eis uma bênção dolorida de ser aceita mas absolutamente libertadora.  Abençoo o teu caminho daqui pra frente como abençoo o meu, nós merecemos. Seja feliz no seu destino, já que fomos a travessia [excruciante e essencial] para ambos, e agora tudo está onde deveria. Voilà! Final feliz para nós dois.

Anúncios
Para a minha Leoa — outubro 9, 2017

Para a minha Leoa

Tô com saudade da tua forçatatuagem de leao
De conversar por horas sem precisar detalhar nada pois tudo entendemos, tudo sabemos uma da outra
Saudade do jeito que nos enxergamos
Da força que me dá quando me lembra quem eu sou, quando me reconta a minha própria história
Saudade do que vê em mim quando eu esqueço
Saudade de te olhar, ouvir três palavras e saber, no fundo, e com certeza inabalável, que tudo há de dar certo
Como já disse, se eu matasse alguém, seria você que chamaria para esconder o corpo comigo, tamanha a nossa cumplicidade

Cúmplices de uma vida inteira. Diferentes e iguais
Tem coisas que acontecem para nos convencerem da existência de um plano maior. No pior momento nos conhecemos, nos juntamos, trocamos os curativos das nossas feridas e nunca mais nos separamos. Acho que você é meu casamento mais bem-sucedido, ria!

Fomos embora para o mesmo lugar, seguimos vidas diferentes embora com os mesmos  objetivos. A gente sempre quis a mesma coisa e acho que por isso tanta afinidade
A saudade não cabe no peito, minha leoa, preciso mais das tuas palavras do que talvez jamais tenha precisado. A gente cresceu, não é mais adolescente embora, às vezes, a vida nos traga de volta às mesmas situações.
Não conheço ninguém com a metade da nossa força, da nossa coragem e da nossa vontade de dar certo.
Em alguns momentos, preciso lembrar que tem alguém parecida comigo a 800 km daqui pra não ficar tão deslocada
Não sei como serão os próximos quatro anos mas esse primeiro doeu na carne a falta das tuas palavras, do teu olhar que me enxerga como eu preciso me ver: capaz
Leoa, queria umas horas contigo pra refazer a minha força, a minha fé e a minha coragem, que sempre resgatamos quando juntas
Contento-me na espera relembrando Marthinha: “dois amigos assim ninguém tem, se tiver um, amém!” Então amém, e que as forças cósmicas me ajudem a sobreviver até o nosso reencontro.

Bater a porta — maio 24, 2017

Bater a porta

coragemVocê pode tentar encontrar mil desculpas: os filhos, a casa, os bens, a sociedade na empresa… mas a verdade é que nada no mundo
pode nos prender a um relacionamento falido além da nossa própria falta de coragem.

Arrumar as malas, bater a porta, deixar alguém chorando e gritando para trás não é fácil entretanto será uma vez só; já a frustração de ficar, ao contrário, é diária e recorrente.

De tatuagens, marcas e reentrâncias — maio 1, 2017

De tatuagens, marcas e reentrâncias

Crônicas do Quotidiano

As minhas marcas, a partir de agora, escolho eu. Minha primeira tatuagem fará aniversário no mês que vem, junto comigo. Lembro que foram anos de argumentação para convencer a minha mãe a assinar a autorização [na época eu era menor de idade]. Meu melhor argumento, indubitavelmente, foi uma comparação entre as marcas de dentro e as de fora.

A gente carrega cicatrizes pela vida afora, alguém que descontou as frustrações em cima de você, outro que foi embora quando você mais precisava que ele ficasse, um namorado que te traiu, uma amizade que se desfez por bobagem, um laço que se rompeu, alguém que a vida [ou a morte] levou muito depressa e te faz falta todos os dias…

Então, quando se olha pra dentro, está tudo sulcado fundo, aparente, visível com clareza, muitas vezes, até os outros enxergam. Está lá a tua dor estampada, bordada em neon e não…

Ver o post original 206 mais palavras

Só me contentarei com o melhor — abril 19, 2017

Só me contentarei com o melhor

santeÉ necessário uma coragem descomunal para mudar, para sair da zona de conforto contudo é o único jeito de buscar a felicidade: movendo-se. Arrumar as malas, as caixas, colocar coisas fora, dirigir sem parar por horas a fio me exigiram uma força que não acreditava ainda ter. Mas tinha. E tenho mais.

E agora tem novas risadas, novas conversas, novas pessoas. Tem eu aqui, quase inteira, tem toneladas de livros para ler porque afinal, a publicitária decidiu virar juíza e para início de conversa, tinha que cursar Direito, cujas leituras de uma cadeira somam mais que o curso inteiro de Comunicação. Bom, eu precisava de entretenimento, e só me contentarei com melhor.

Não foi tragédia, foi livramento. Não me casar com você foi um presente, tive que me reinventar e creia, está sendo revelador.  Dolorido, por vezes, mas tenho evoluído mais em um ano que talvez na última década, você não entenderia.

Obrigada por reconhecer o quão pouco poderia agregar à minha jornada. Obrigada por enxergar o que eu não via. Tudo está no seu lugar. E não poderia estar melhor.

Santè!!!

Que bom seria se… — novembro 4, 2016
Bordeaux — outubro 30, 2016

Bordeaux

tattoo de corpo inteiro femininoUma amiga, mais cedo, interpelou-me se eu não andava saindo para a balada, já que tenho recusado, recorrentemente, aos seus convites. E confesso, não são apenas os seus mas os convites de um modo geral. Alguém, sabiamente, uma vez me disse, que eu deveria me salvar de morar sozinha com urgência, pois não há nada melhor e, por consequência, nos tornaria anti-sociais. Não me salvei a tempo e sete anos se passaram de ótima convivência.

Quando penso em balada, penso em fila, aperto, abordagens deselegantes, copos de plástico e banheiros menos limpos do que eu gostaria. O que me faria aguentar tudo isso? -Bon Jovi, Metallica, Chico Buarque e Djavan e, creiam, eles não se apresentam com tanta frequência por aqui. Portanto, reservo-me ao meu vinho tinto na sacada, olhando o mar na sua plenitude de ressaca (assim como a minha alma)  e cálices de cristal trazidos de viagem.

A idade traz o que Martha Medeiros chama de “seletividade”, você não vai a qualquer restaurante, não compra qualquer roupa e não é qualquer barato que diverte. Regata de ribana é cafona, restaurante fast food, você passa e cerveja em copo plástico, Deus castiga.

Criolo diz que “os bares estão cheios de almas vazias” e concordo com ele, portanto, me deixe com meu Bordeaux, safra 2009, na sacada, meu semblante contemplativo, meu livro a tira-colo e minha vida acadêmica proselitista. Sou feliz e completa, encontre-se. Seus problemas comigo são de sua inteira responsabilidade, faça bom uso dos mesmos.

Como Já Escreveu Vinícius… — outubro 24, 2015

Como Já Escreveu Vinícius…

tatuagem feminina caveira

Aos que me conhecem, sabem como aprecio os nossos poetas e portanto, faço minhas as palavras de um dos homens da minha vida (sim, na adolescência sonhava ter sido uma das musas de Vinícius de Moraes).

Quando me perguntam porque ando tão quieta, é porque a vida está agitada, coração cheio de amor, fazendo malas, novos rumos, meus velhos e lindos amigos retornando. Ando muito feliz, não há nada para desafogar daqui por enquanto. Fica meu plágio confesso do intenso Vinícius de Moraes, um homem que não aceitava viver sem paixão, famoso por seus nove casamentos, devotado de corpo e alma às amadas enquanto o amor durasse.

Diplomata, boêmio, fumante e sempre apaixonado, um homem que nunca aceitou viver com menos do que merecia. Nisso, poetinha, somos iguais. Se não for para morrer de amor, que venha o próximo!

A UM PASSARINHO

Rio de Janeiro , 1946

Para que vieste
Na minha janela
Meter o nariz?
Se foi por um verso
Não sou mais poeta
Ando tão feliz!  (…)

MORAES, Vinícius de

Através — julho 15, 2015
Odeio Você — maio 31, 2015

Odeio Você

tatuagem de flor de lótusOdeio você

Odeio o seu cheiro que não sai das minhas coisas

Odeio suas lembranças pela casa

Odeio a textura da sua barba, que ainda sinto entre meus dedos

Odeio sua voz

Odeio seu sorriso e cada dente particularmente torto que me matava de tanta alegria

Odeio te enxergar na rua, na cama, no banheiro, nos bares

Odeio as horas vazias sem nossas conversas intermináveis

Odeio vestir aquela camisa e ficar vagando pela casa como um fantasma que já viveu aqui

Odeio acordar de manhã e rezar pra quando abrir os olhos, por um milagre, você estar no travesseiro ao lado

Odeio passar pelos nossos lugares

Odeio te amar tanto

Odeio todos os homens que me olham na rua, que me cantam na balada, odeio porque me sinto violada, sem dono, sem você

Odeio sentir tanto a sua falta

Odeio muito você

Mas odeio sobretudo não conseguir odiá-lo.

Climatização Lumertz

O seu lugar na Web sobre Ar-condicionado!

O Que Eu Quero Que Você Pense

Tem um Blog. Tem um Garoto. Tem o Blog do Garoto. E tem sempre uma inspiração.

livrosefatos.wordpress.com/

Bem vindo ao meu mundo! Divirta-se com as melhores dicas de livros, filmes, decoração, mensagens de amor para sua vida!

Moloko com Vellocete: Poesias e Outros Devaneios

A vida também é abstração! E para alimentar este fato, propõe-se uma viagem por onde seja mais fácil perder-se das amarras da realidade. Entre neste mundo paralelo e eleve o espírito para um espaço além do óbvio. "Tempus adest floridum" para todos!

Eurico Gomes

Sobre ler e viver!