bruna-barievilloBruna Barievillo é uma mulher discrepante, como todas as mulheres interessantes que você ainda vai conhecer.

Gosta de escrever para desafogar a alma e sonha, de todo o seu coração, viver apenas disso. Mora sozinha e preza seus silêncios e seus barulhos acima de tudo. Vive no seu próprio ritmo. O amor é o seu tema favorito, foi feita para ele e acredita que uma vida sem amor não faça sentido. Verborrágica. Apaixonada. Intensa. Não respeita quem não saiba recitar alguns versos gregos trágicos e argumentar sem  falácias. Tem preguiça de senso e lugar-comum. Casar-se-ia com Rubem Fonseca ou João Ubaldo Ribeiro se possível fosse. Ou Chico Buarque.

Gosta de cachorros braquicefálicos, de tomar vinho tinto com chocolate amargo na sua sacada olhando o mar e não abre mão dos que lhe são caros. Leal até o fim.

Cursou Letras, Jornalismo e atualmente cursa Direito. Fala Francês, Português com maestria e Inglês, tem alguns poucos e bons amigos, muitos livros, alguns belos sapatos altíssimos -porque o céu é o limite!- e uma irmã com a qual “dança” numa relação obtusa de admiração e desacordos, dada a personalidade forte de ambas.

Escrever e cozinhar são suas formas de amar os outros. Não cozinha nem escreve para quem não lhe desperte juras de amor eterno [ainda que a eternidade dure só um instante]. Sua alma e sua vida toda estão nos seus textos, portanto, seja bem-vindo(a)!

PS: se você me conheceu antes, talvez não me reconheça agora, portanto, dispa-se do previamente estabelecido a meu respeito e esteja disposto(a) a me conhecer novamente. Até eu tive de fazê-lo.

Anúncios